Sintap/MT e demais sindicatos pressionam por aumento na Revisão Geral Anual em reunião na ALMT Destaque

Quinta, 11 Janeiro 2024 18:26 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte
Assessoria de Imprensa
Sintap/MT
 
Na manhã desta quinta-feira (12.01), a presidente do Sintap/MT, Diany Dias, acompanhada por líderes de diversos sindicatos do Estado, participou de uma reunião crucial com o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho, e outros deputados. O principal tema em pauta foi a discussão sobre a Revisão Geral Anual (RGA) para o ano de 2024.
 
De acordo com informações repassadas pelo presidente da ALMT, Eduardo Botelho, a proposta apresentada pelo governador Mauro Mendes para a RGA deste ano é de 4,62%. Esse percentual coincide com a inflação do Brasil em 2023, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no mesmo dia, surpreendendo economistas que previam uma taxa em torno de 4,5%.
 
O governador Mauro Mendes aguardava a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para enviar o novo percentual à Assembleia. No entanto, a proposta gerou reações intensas por parte dos sindicatos do funcionalismo público, que pressionam os deputados estaduais a manter o percentual da RGA estipulado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que é de 5,8%.
 
Durante a reunião, os representantes sindicais defenderam veementemente um percentual ainda maior, argumentando que é necessário assegurar os direitos dos trabalhadores. A pressão dos sindicatos evidencia a busca por uma valorização mais expressiva diante das condições econômicas e das demandas dos servidores públicos.
 
“A RGA é um direito de todos os servidores públicos, e nós já fomos muito prejudicados em relação a esse direito em anos anteriores. Não podemos mais aceitar sermos lesados pelo governo”, pontuou a presidente do Sintap/MT, Diany Dias.
 
O desfecho dessa discussão terá implicações significativas para os trabalhadores do Estado, e a negociação entre os sindicatos e os legisladores promete continuar intensa nas próximas semanas, à medida que buscam um consenso que atenda às expectativas dos servidores públicos de Mato Grosso.
Ler 226 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Parceiros