Servidores pressionam, e RGA entra na pauta da Assembleia Legislativa para a próxima quarta-feira (1 de junho) Destaque

Quarta, 25 Mai 2022 15:12 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

Hoje teve ato na Assembleia Legislativa, organizado pelo Fórum Sindical, para pressionar os deputados a aprovar um decreto autorizando o governador Mauro Mendes a pagar o restante da RGA de 2018, no valor de 4.19%, que ficou retido devido a um parecer do Tribunal de Contas do Estado, dizendo que não era para o Executivo pagar. Num parecer mais recente, o TCE admitiu que houve um erro, e que, portanto, o governo do estado pode, sim, pagar os 4.19%.

Logo nas primeiras horas da manhã, chegou ao conhecimento do Fórum Sindical que o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União), não colocaria a matéria em pauta, mas com a pressão nas galerias os servidores conseguiram incluir a votação da RGA na pauta do legislativo para a próxima quarta-feira (dia 1º de junho).

Os servidores públicos estaduais se concentraram na entrada da Assembleia Legislativa com tenda e carro de som, e lotaram o plenário da Casa. O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap/MT) foi representado pelo diretor de Assuntos Políticos, Francisco Borges.

Luiz Perlato - SINTAP/MT

Ler 239 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quarta, 25 Mai 2022 15:19
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Parceiros