"As mães precisam de férias", recomenda Bethânia Borges, servidora do Indea/MT Destaque

Domingo, 08 Mai 2022 05:52 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

 Em comemoração ao Dia das Mães, o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap/MT) entrou em contato com a analista de defesa agropecuária Bethânia Brites Borges, mãe do Samuel de 4 anos e do Felipe de 3 meses.

Se a vida dos trabalhadores públicos estaduais em Mato Grosso não anda nada fácil, ao ponto do governador Mauro Mendes ter vetado, há poucos dias, um projeto de lei que reduziria a jornada de trabalho de servidores com familiares com deficiência, imaginem o grau de dificuldade enfrentado pelas mulheres que são, ao mesmo tempo, mães e servidoras, como é o caso da nossa entrevistada.

"A maternidade é uma escola, cuja formação é continuada, e que nunca se forma, não há diploma. Nos tornamos aulas-mestres. Por isso, quero parabenizar a todas as mestres mamães que temos no INDEA e INTERMAT. E dizer-lhes que se cobrem menos, orem mais pelos filhos, por vocês. De vez enquando, tire férias dos filhos, do marido . Afinal, toda mãe precisa de descanso, precisa cuidar de si, pra poder cuidar de outros", diz Bethânia.

Servidora do Instituto de Defesa Agropecuária (INDEA/MT) há 8 anos, Bethânia, que é advogada lotada na unidade jurídica na Central, estará de licença maternidade até agosto. Mas ela já sabe que terá de se adaptar novamente à rotina profissional, conciliando, ao mesmo tempo, a atenção aos pequenos e ao marido.

"Graças a Deus, eu tenho uma rede de apoio familiar , que está me ajudando no cuidado com as duas crianças, com os as atividades domésticas.
Com a volta as atividades profissionais , o apoio familiar é muito importante. Meu menino mais velho já frequenta escolinha desde 1ano e 3 meses. O pequeno, assim que completar 1 ano, também irá para a escolinha um período", revela ela, destacando que dá um aperto no coração deixar os filhos tão novos aos cuidados de terceiros. "Mas, como disse, a gente precisa entender que a rede de apoio também precisa de um tempinho" ...

Segundo Bethânia, no campo profissional as mulheres, mães ou não, estão conquistando seu espaço. "No serviço público não há distinção de entre homens e mulheres, quanto à remuneração. Elas têm desempenhado cada vez mais papéis de liderança, e isso é importante, para construir um direcionamento equilibrado dentro das instituições".

Quanto ao quesito competência, quando se avalia homem e mulher, Bethânia diz que não vê que um seja melhor que o outro. "Creio que sejam questões particulares de cada individuo, avaliado sob a ótica da história de vida, formação acadêmica, dedicação, etc".

Para a advogada, é importante ser sindicalizada, para se ter uma estrutura e pessoas se dedicando em prol da melhoria e garantia de direitos.

Feliz Dia das Mães a todas as servidoras do INDEA e INTERMAT.

Luiz Perlato - SINTAP/MT

Ler 235 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Parceiros