Sintap/MT solicita inclusão dos profissionais da defesa agropecuária do Estado no grupo prioritário para o recebimento da vacina contra Covid-19 Destaque

Segunda, 05 Abril 2021 20:22 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

Assessoria de Imprensa

Sintap/MT

 Diante do momento caótico em relação a saúde pública, o qual tem atingido de forma severa inúmeros servidores, o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (SINTAP/MT), que representa os servidores do Indea e Intermat, enviou oficio no inicio do mês de fevereiro ao governo do Estado solicitando para que os servidores da autarquia sejam incluídos no grupo prioritário de vacinação, tendo em vista de desenvolverem atividade essencial, que não pode paralisar. O pedido foi reiterado ao governador e Casa Civil nesta segunda-feira (05.04).

Conforme o documento enviado, muitos servidores do Indea estão expostos e correm sérios riscos de contrair a doença, tendo em vista de que “as especificidades inerentes à atividade de fiscalização agropecuária, atendimento direto ao público, deslocamentos constantes, visitas a diversos locais como propriedades e estabelecimentos comerciais dentre outros, e, a atividade ser reconhecida como atividade essencial através do decreto 432 de 31/03/2020, devem inserir os servidores da autarquia no grupo prioritário de vacinação”.

Além disso, “dispõe em seus quadros de médicos veterinários e respectivos técnicos, considerados destacados no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra Covid-19, conforme ofício 008/2021/DEIDT/SVS/MS de 18/01, este sindicato por meio de sua ínclita presidente solicita a inclusão dos profissionais da defesa agropecuária do Estado de Mato Grosso como prioritários para o recebimento da vacina contra Covid-19”, diz outro trecho do documento.

O Sintap/MT aguarda uma posição do governo após o respectivo documento ter sido protocolado. “Esperamos que o governo dos dê um sinal positivo, já que somos considerados atividade essencial, então, que pelo menos tenhamos esse direito garantido”, afirmou Rosimeire Ritter, presidente do sindicato.

 

Ler 240 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Última modificação em Segunda, 05 Abril 2021 21:32
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Parceiros