Presidente e diretor do Sintap discutem com deputado situação estrutural precária do Intermat Destaque

Segunda, 25 Janeiro 2021 08:51 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte
Assessoria de Imprensa
Sintap/MT
 
Diversos são os problemas que afetam diariamente os serviços realizados pelos servidores estaduais do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), entre eles se destacam a estrutura precária do prédio em que o órgão está instalado e a falta de efetivo.
 
Diante disso, tentando buscar alguma solução em relação a essas dificuldades, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal de Mato Grosso (Sintap/MT), Rosimeire Ritter e o diretor-financeiro, Francisco Aurélio Borges participaram na manhã desta terça-feira (19.01) de uma reunião, on-line, com o deputado Lúdio Cabral. Também participou o assessor jurídico do parlamentar.
 
O objetivo foi de buscar apoio do deputado para que intervenha junto às autoridades competentes para que as promessas de concurso público e fiscalização eficaz seja efetuada na recente reforma feita no prédio do Intermat.
 
Conforme Borges relatou, durante uma greve realizada pelos servidores do órgão, ainda em 2015, em uma mesa de conciliação no Tribunal de Justiça, ficou determinado que o governo teria um prazo para realização de concurso público para contratação de mais efetivo, além de um tempo para mudança de prédio, atendendo assim, as reivindicações da categoria de condições dignas de trabalho. Na época, após o acordo, os servidores retornaram ao exercício de suas funções. “Também ficou estabelecida uma multa diária caso o acordo não fosse cumprido, pois bem, até hoje não foi feito concurso e os servidores também não estão em uma estrutura melhor, apesar do prédio ter passado por uma reforma recente, a empresa contratada não resolveu os problemas estruturais e a direção do órgão também não cobra da empresa responsável, ou seja, da forma que esta hoje, o acordo não foi cumprido e tampouco o governo do Estado está pagando a multa por não realização do concurso”, comentou ele.
 
Após ouvir as colocações do diretor-financeiro e da presidente do Sintap/MT, o deputado solicitou para que sejam encaminhadas as documentações relacionadas as questões expostas e que comprovam a situação em se encontra o Intermat. Ele se comprometeu em intermediar junto à justiça para que os problemas sejam resolvidos.
Ler 112 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Parceiros