Categoria decide por não paralisação; Sintap busca entendimento com governo do Estado apresentando proposta de arrecadação

Segunda, 17 Junho 2019 05:58 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

Logo na abertura a presidente, Rosimeire Ritter, falou do propósito da assembleia, em seguida, o diretor-geral, Vânio Luís Brandalise, apresentou as perdas salariais que somam aproximadamente 10% de 2018 para 2019.

 Diversos servidores da capital e do interior se reuniram na manhã de sexta-feira (14.06) para participar da assembleia geral convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário e Pecuário de Mato Grosso (Sintap), representante dos servidores do Indea e Intermat. A reunião aconteceu na sede do sindicato e teve como pauta principal a Reposição Geral Anual (RGA).

Logo na abertura a presidente, Rosimeire Ritter, falou do propósito da assembleia, em seguida, o diretor-geral, Vânio Luís Brandalise, apresentou as perdas salariais que somam aproximadamente 10% de 2018 para 2019. “Nós do Sintap estamos em estado de greve desde fevereiro e somente agora o governo abriu possibilidade de negociação, então, estamos trabalhando e levando propostas para o Estado para resolver problemas do déficit financeiro para que com isso ele não tenha desculpas para não pagar o nosso direito a RGA”, disse ele, acrescentado que a metodologia da nova gestão do sindicato é contribuir de fato com Mato Grosso para que isso se reverta em benefícios para os servidores.

De acordo ainda com o diretor-geral, as propostas do Sintap já são de conhecimento do governador Mauro Mendes. “Nós preparamos uma apresentação, a qual foi feita ao governador do Estado com nossas propostas, e felizmente, elas foram bem recebidas pelos que acompanharam a reunião”, contou Brandalise.

Já em relação à RGA foram também expostas algumas situações e colocado em votação, sendo que a maioria dos presentes decidiu pela não paralisação no dia de hoje, ou seja, o trabalho continua de forma normal, porém, uma reunião deverá ocorrer na próxima terça-feira (18.06), com o secretário estadual de Gestão e Planejamento, Basílio Bezerra Guimarães, onde também será apresentado o projeto como proposta de arrecadação para o governo do Estado.

“Nós não descartamos uma greve nas próximas semanas caso não avancemos com nossas propostas ao governo do Estado, mas deixamos bem claro que sempre será a decisão da maioria que estiver presente na assembleia”, afirmou a Rosimeire.

Outros assuntos também foram colocados na reunião, como a questão da aposentadoria e da possibilidade da categoria passar a ter direito a insalubridade. Sobre isso, o assessor jurídico do Sintap, Dr. João fez algumas colocações, porém, o assunto continua a ser estudado pela assessoria jurídica do Sintap.

Autor/Fonte: ComunicArte - Assessoria de Imprensa/Sintap

Ler 173 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Website.: www.sintapmt.org.br/

Parceiros