Portaria 030 e Insalubridade são temas de reunião da direção do Sintap/MT com presidente do Indea/MT

Segunda, 08 Julho 2019 05:25 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

Sobre a situação de insalubridade a qual estão submetidos os servidores na realização do seu trabalho, o Sintap/MT protocolizou um oficio solicitando com urgência a instalação do Comitê Setorial.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal de Mato Grosso (Sintap), que representa os servidores do INDEA e INTERMAT, Rosimeire Ritter, juntamente com o diretor-geral, Vânio Brandalise, se reuniram recentemente com o presidente do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT), Tadeu Mocelin. Também participaram do encontro, que teve objetivo discutir alguns assuntos ligados ao trabalho do servidor do órgão, entre eles, a questão do direito a insalubridade, o agente fiscal Cássio Messacaza, que tem formação em engenharia ambiental, além da assessoria de gabinete, Cristiane Mota.

Sobre a situação de insalubridade a qual estão submetidos os servidores na realização do seu trabalho, o Sintap/MT protocolizou um oficio solicitando com urgência a instalação do Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho no âmbito do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso. “Essa comissão terá como função dar andamento nesse processo”, afirmou Rosimeire.

No documento consta também “a necessidade de planejar e executar programas que assegurem a proteção à saúde do servidor, bem como prevenir doenças e acidentes no ambiente de trabalho”.

Outro assunto importante discutido durante a reunião foi sobre a portaria 030, que versa sobre o controle de frequência, a prestação de serviços extraordinários e disciplina o banco de horas, bem como a utilização dos créditos. “Sobre isso, nós solicitamos a instalação da Comissão Paritária, com objetivo de proporcionar uma maior imparcialidade no julgamento desses quesitos”, afirmou a presidente do Sintap/MT.

Para o diretor-geral do Sintap, Vânio Brandalise, que tem acompanhado de perto esse processo, “é preciso adequar a Portaria para algumas atividades específicas como a captura de morcegos, cuja atividade, por ser noturna, fica fora do horário de expediente determinado, entre inúmeras outras adequações que são necessárias nesta portaria”, afirmou.

Autor/Fonte: Assessoria de Imprensa/Sintap-MT

Ler 101 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Website.: www.sintapmt.org.br/

Parceiros