Empenho e dedicação dos servidores do Indea resulta em 99,7% do rebanho de MT vacinado contra aftosa

Segunda, 08 Julho 2019 05:21 Escrito por  tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte

Durante o período da etapa de vacinação, o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (INDEA/MT) fiscalizou 2471 estabelecimentos rurais, o que corresponde a 2.6% dos estabelecimentos existentes no estado de Mato Grosso.

Após muito trabalho e empenho dos servidores do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT), Mato Grosso atingiu a marca dos 99,7% dos animais vacinados contra febre aftosa.

Essa primeira etapa ocorreu durante todo o mês de maio, onde foram vacinados um total de 29.796.789 de bovinos e bubalinos. Nessa etapa é obrigatória a vacinação desses animais em todas as idades, “mamando a caducando”, exceto a microrregião do Baixo Pantanal Mato-grossense.

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal de Mato Grosso (Sintap), que representa os servidores do INDEA e INTERMAT, Rosimeire Ritter, essa é uma grande conquista, resultado do trabalho dos servidores do Estado, que constantemente orientam, incentivam e fiscalizam os produtores para que não deixem de vacinar.

“É fundamental fazer esse trabalho para se obter essa alta abrangência. A população de bovinos e bubalinos existentes em Mato Grosso alcançou 30 milhões de cabeças neste ano, conforme os dados divulgados pelo Governo do Estado. Desde 2005 as etapas têm alcançado índices de vacinação superiores a 99% de imunização em todas as regiões e isso é graças a todo esse trabalho realizado pelos servidores”, disse a presidente.

Durante o período da etapa de vacinação, o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (INDEA/MT) fiscalizou 2471 estabelecimentos rurais, o que corresponde a 2.6% dos estabelecimentos existentes no estado de Mato Grosso.

O Indea e o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) são os órgãos oficiais responsáveis pela regulamentação, divulgação, educação sanitária, controle e fiscalização da vacinação, cabendo ao produtor arcar com a aquisição e aplicação da vacina. 

O último foco da doença no estado ocorreu em 1996, e atualmente Mato Grosso é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa com vacinação.

Confira no link abaixo o trabalho dos servidores:

Video

Autor/Fonte: Assessoria de Imprensa/Sintap-MT

Ler 211 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Sintap-MT

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso.

Website.: www.sintapmt.org.br/

Parceiros