Artigos e Poesias

Em tempos de eleições é preciso muita análise


Estranho este negócio de direita ou esquerda. É como esse outro negócio de raça entre seres humanos.

 

Pois bem, como pode a cor determinar quem é melhor ou pior?

 

Penso que exista apenas o ser humano, o que está em falta, e faltando muito, é respeito ao próximo e menos intolerância.

 

Já sobre esta coisa de direita ou esquerda, parecemos duas crianças ainda bem jovens, com pouco discernimento sobre as situações adultas, brigando por um brinquedo. Pois, vejamos:

- Qual lado é o melhor?

- Qual lado não se corrompeu?

- Qual lado não obteve alguma promoção em favor próprio?

- Qual lado, se é para falarmos em políticas sociais, deu início a uma reforma política capaz de reduzir o custo político brasileiro, antes de propor reforma de previdência ou outras?

- Qual lado pensa em políticas públicas eficientes a médio e longo prazo, como, por exemplo, desenvolver saneamento básico, diminuindo assim o custo com a saúde pública, pois meu avô já dizia, é melhor prevenir do que remediar, ou investiu em educação de base, desde a família para que a criança chegue ao professor com alguns ensinamentos básicos de casa?

 

São tantas coisas que esta direita ou aquela esquerda poderia ter realizado... Mais um exemplo? Estabelecer políticas que a família, hoje inserida na bolsa-família, tenha como sair, melhorando sua qualidade de vida, já que os programas sociais de bolsas são muito bem-vindos e necessários, mas há de se concordar que devem ser por determinado tempo e não contínuo, caso seja contínuo algo está errado com a política pública.

 

Pois bem, são tantos questionamentos, que, seja esquerda ou direita deixaram e deixam a desejar, que penso: SOMOS MUITO IDIOTAS PARA DISCUTIR LADOS. Então vamos para frente galera!

 

Os lados não funcionaram até agora.

 

O pleito eleitoral se aproxima, vamos buscar analisar os candidatos, estudar suas propostas e o que propuseram aqueles que lá já estão.

 

Assim, deixemos esta discussão boba sobre lados e vamos para a frente!

 

Cássio Mesacasa é filiado ao Sintap e atual vice-diretor do Trabalhador Rural na CSB/MT

Autor(a): Cássio Mesacasa

Rua 6, Setor Oeste, nº 2
Bairro Morada do Ouro, Cuiabá - MT
E-Mail: sintapmt@uol.com.br
Telefone: (65) 3644.3747/ 3644.3775 / 98118.7557